Atenção: Prorrogamos até dia 15 de março a data para submissão de trabalhos, para acessar a página de submissão clique aqui e preencha os dados, e não esqueça de anexar o resumo. 
Onde: Online no conforto da sua casa.
Quando: 21 e 22 de maio de 2021
Comprar Ingresso

 A X Conferência Internacional de Medicina Veterinária do Coletivo (MVC 2021) objetiva promover a disseminação e o aprimoramento dos conhecimentos da Medicina Veterinária do Coletivo, atualizando os profissionais nos mais modernos preceitos da área, mediante a apresentação de experiências práticas, de estudos científicos nacionais e internacionais. Em 2021, por conta dos desdobramentos da pandemia em que o mundo vive, faremos de forma remota, 100% online.  Para ampliar a participação, a #MVC2021 contará com tradução simultânea do inglês e espanhol para português e libras.

Patrocinador DIAMANTE 

O HISTÓRICO

O Instituto de Medicina Veterinária do Coletivo (IMVC), antigo Instituto Técnico de Educação e Controle Animal (ITEC) é uma organização não governamental, sem fins lucrativas, que visa a capacitação dos profissionais que lidam direta ou indiretamente com os animais de estimação para a promoção da saúde dos indivíduos, famílias e comunidades por meio da convivência harmoniosa entre humanos e animais. Preocupado com as novas demandas sociais que envolvem as práticas dos profissionais que atuam direta ou indiretamente com as interações humano, animal e ambiente, promoverá a X Conferência Internacional de Medicina Veterinária do Coletivo de forma online.

Medicina Veterinária do Coletivo (MVC) é uma nova área da Medicina Veterinária que interliga a Saúde Coletiva, a Medicina de Abrigos e a Medicina Veterinária Legal nas questões referentes às interações humano, animal e meio-ambiente. Exige a formação de um profissional que integre o sistema para a promoção da saúde dos indivíduos, famílias e comunidades por meio da estratégia de saúde única, com habilidades para coordenar a integração intersetorial e multiprofissional.

O manejo populacional humanitário e sustentável de cães e gatos (MPCG) em áreas urbanas é um dos grandes temas dentro da MVC, sendo um problema para saúde pública e medicina de abrigos, mas tendo consequências também forenses. A medicina de abrigos engloba toda a política interna dos locais públicos, privados ou do terceiro setor que fazem a manutenção de cães e gatos no coletivo, mas que têm relação direta e sofrem as consequências de políticas externas de MPCG ineficientes. Inclui os protocolos de admissão de animais, programas preventivos, capacitação de funcionários e demais demandas para que os animais possam ser reintroduzidos na sociedade sem representarem riscos. Os maus-tratos aos animais são um tema que deve ser tratado intersetorialmente: como indicador de outras formas de violência, envolve a saúde, assistência social, conselhos tutelares e de defesa dos direitos dos idosos e das mulheres; as intervenções legais, caso as ações socioeducativas não tenham efeito; e a aplicação dos 4Rs da medicina de abrigos (recolhimento seletivo, reabilitação, ressocialização e reintrodução na sociedade por meio da adoção) para a melhoria dos níveis do bem-estar dos animais.

Em 1999, a Medicina Veterinária do Coletivo (MVC) começa a fazer parte do currículo de algumas escolas veterinárias americanas e programas especiais começam a ser desenvolvidos.  No Brasil, o primeiro curso de Medicina Veterinária do Coletivo foi realizado pelo Programa de Proteção e Bem-estar de Cães e Gatos da Cidade de São Paulo (PROBEM) em junho de 2009, com apoio internacional do Centro de Pesquisa da Interação da Saúde Animal, Humana e Ecológica (CISAHE) da Universidade De La Salle, Colombia, Secretaria de Estado da Saúde, Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo e Instituto Técnico de Educação e Controle Animal (ITEC).

As Conferências de Medicina Veterinária do Coletivo (MVC) nasceram em 2010 na Universidade de São Paulo (2010 e 2011). Em 2012 e 2013 aconteceram na Universidade Federal do Paraná (UFPR); em 2014 e 2015 na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); em 2016 e 2017 na UniRitter Porto Alegre. A partir de 2017 a Conferência passou a ser bianual, com a última edição em 2018 na Paraíba.

A prática da MVC no Brasil tem se acelerado principalmente com as novas realidades jurídicas de cunho ético/moral de alguns estados que impedem a eliminação de animais sadios pelos serviços de controle de zoonoses. Nesse momento de delicada transição, a ciência precisa caminhar junto com a ética e a lei, oferecendo as bases para os médicos veterinários promoverem uma vida digna, sem sofrimentos, aqueles que necessitam permanecer confinados, independentemente do tempo.

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR

 21/05/2021 (sexta-feira)
7h30 – Abertura da sala

Bloco Apresentação de trabalhos (10 minutos apresentação e 5 minutos de perguntas)
8h00 – Apresentação de trabalho oral 1
8h15 – Apresentação de trabalho oral 2
8h30 – Apresentação de trabalho oral 3
8h45 – Abertura Conferência

Patrocinador Diamante
8h57 – Premier Pet

Bloco Medicina de Abrigos: Fundamentos e práticas
9h00 – Experiência brasileira em medicina de abrigos. Dr. Lucas Galdioli, UFPR
9h20 – Experiência americana em medicina de abrigos. Dra. Simone Guerios, UFPR e Florida University
9h40 – Perguntas
10h00 – Pausa

Bloco Medicina de Abrigos: Manejo Comportamental
10h10 – As bases do manejo comportamental. Dr. Nestor Calderón, IMVC.
10h30 – Experiência em programas comportamentais em abrigos. Dr. Fredy Manrique, Medellin, Colômbia (palestra em espanhol).
10h50 – Perguntas

Bloco Medicina de Abrigos: Medicina de Desastres
11h10 – Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD). Dra. Vania Nunes, IMVC, Fórum Animal e Prefeitura de Jundiaí́
11h30 – Experiências com a medicina de desastres. Dr. Nuno Paixão, Bombeiro, Portugal
11h50 – Projeto Resgate de Fauna Oleada. Dra. Leticia Koproski, Funespar/Ceped-PR
12h10 – Atuação da Comissão Nacional de Desastres em Massa envolvendo animais. Tenente Cláudio Zago Júnio, CBPMSP, CNDM/CFMV.
12h30 – Técnicas de resgate de grandes animais em desastres. Dr. Leonardo Maggio de Castro, UNISO.
12h50 – Perguntas
13h10 – Almoço

Sessão “Eu faço a diferença em 5 minutos”

(5 minutos de apresentação e 5 minutos de perguntas)
13h30 – Experiência 1
13h40 – Experiência 2
13h50 – Experiência 3
14h00 – Experiência 4

Patrocinador Diamante
14h10 – Premier Pet

Bloco Medicina Veterinária legal (tradução simultânea inglês-português)
14h15 –A realidade da perícia cível na medicina veterinária no Brasil. Dra. Talia Tremori, autônoma
14h35 – Perguntas
14h45– Patologia Forense nas investigações de maus-tratos aos animais. Prof. Dr. Raimundo Tostes, UFPR
15h05 – Perguntas
15h15 – Investigação de crimes contra a fauna doméstica e silvestre. Dr. Jason Byrd, Universidade da Flórida
15h50 – Perguntas

Bloco Exposição de trabalhos em forma de poster
16h10 Sessão Poster falante.

Patrocinador Diamante
17h00 – Premier Pet

17h15 – Finalização do primeiro dia.

 

 

 

22/5/2021 (Sábado)

7h30 – Abertura da sala: Apresentação de trabalhos
Bloco Apresentação de trabalhos (10 minutos apresentação e 5 minutos de perguntas)
8h00 – Apresentação de trabalho oral 4
8h15 – Apresentação de trabalho oral 5
8h30 – Apresentação de trabalho oral 6
8h45 – Perguntas

Patrocinador Diamante
8h57 Premier pet

Bloco Saúde Coletiva: Manejo populacional canino e felino – Mesa 1

9h00 – Avaliação e sustentabilidade de programas de MPCG. Elly Hibby, Bióloga, ICAM, Inglaterra (a confirmar) – (tradução inglês-português)
9h40 – Brasil e as inovações no MPCG. Rosangela Ribeiro, Brasil
10h00 – Inovações latinas no MPCG. Melania Gamboa, Colômbia (palestra em espanhol)
10h20 – Perguntas
10h40 – Homenagens

Bloco Saúde Coletiva: Manejo populacional canino e felino – Mesa 2

Inovações no Estado de Minas Gerais: empoderando os municípios para um manejo populacional de cães e gatos efetivo

10h50 – Dra. Ana Liz Bastos – IMVC-ITEC
11h10 – Dr. Gustavo Xaulim – IMVC-ITEC
11h30 – Luciana Imaculada, Promotora, Ministério Público do Estado de Minas Gerais
11h50 – Perguntas
12h10 – Almoço

Bloco Apresentação de trabalhos (10 minutos apresentação e 5 minutos de perguntas)
12h45 – Apresentação de trabalho oral 7
13h00 – Apresentação de trabalho oral 8
13h15 – Apresentação de trabalho oral 9

Patrocinador Diamante
13h27 Premier Pet

Bloco Saúde Coletiva e o Médico Veterinário

13h30 Animais de estimação e o COVID-19 – Prof. Dr. Paulo Brandão – USP
13h50 Perguntas
14h00 Experiência em Saúde Única na Atenção Básica – Prof. Dr. Daniel Brandespim- UFRPE
14h20 Perguntas
14h30 Transtorno de Acumulação de Animal: experiência de um grupo técnico de MG – Profa. Dra. Danielle Magalhães – UFMG
14h50 Perguntas
15h00 Pausa

Bloco Saúde Coletiva: Teoria do Elo

15h10 – A atuação multidisciplinar e intersetorial. Dra. Laiza Bonela, UFMG, IMVC
15h30 – Experiência no Paraná. Dra. Yasmin Gonçalves, UFPR
15h50 – Trabalhando o agressor: experiencia paulista. Dra. Luciana Vargas, autônoma. 
16h10 Perguntas

Patrocinador Diamante
16h30 Premier Pet

Sessão de Premiação

16h33

Prêmio Werner Payne “in memorian” – melhor trabalho científico
Prêmio Maria Padilha – melhor trabalho sobre a Teoria do Elo

Bloco Medicina Veterinária Social: Bem-estar do médico veterinário
16h50 – Dr. Elizabeth B. Strand, LCSW, Director, Veterinary Social Work, University of Tennessee (a confirmar)
17h10 – Dr. Néstor Calderón, Universidad de La Salle, Colombia e IMVC Colombia
17h30 Dinâmicas finais
17h40 encerramento

PRÊMIO - WERNER PAYNE

Sobre o Prêmio Werner Payne “in memorian” –  Melhor trabalho científico latino-americano sobre “Manejo Populacional para Cães e gatos”

Prêmio para o melhor trabalho: R$800,00

Histórico: Médico Veterinário Werner John Payne é por muitos considerado a “Lenda” do controle populacional de cães e gatos no Brasil. Era um profissional reconhecido e respeitado como referência e liderança pelo Movimento de Defesa dos Direitos Animais Nacional e internacional, por segmentos governamentais e por muitos profissionais da Medicina Veterinária e do qual sempre foi partícipe, apoiador e benfeitor em temas onde os animais mais vulneráveis estavam envolvidos.

Foi o precursor e disseminador no Brasil das técnicas cirúrgicas menos invasivas, como a “técnica do gancho”, e a “castração pediátrica” de cães e gatos, nas quais se especializou nas clínicas “Animal Birth Control” do Dr. Gabriel Marvin Mackie na Califórnia e na “Lead Animal Shelter” de Dr. Ruth Scott em Las Vegas.

Fundou a “VSF BRASIL- Assoc. Veterinários sem Fronteira” para interligar a Classe Veterinária, o Poder Público, o Movimento de Defesa Animal, a iniciativa privada e a sociedade, no aprimoramento das relações homem/animal no combate ao desrespeito aos seus direitos, na humanização das técnicas de controle de zoonoses e manejo populacional e no planejamento e agilização dos métodos de socorro aos animais atingidos por catástrofes naturais.

No inicio dos anos 2000 após decisão judicial desativando a Câmara de Gás do CCZ de SP e determinando o uso de injeção letal aos animais recolhidos das ruas e não resgatados, Werner se dispôs a trabalhar por 40 dias no órgão, a fim de proporcionar um final de vida humanitário e menos sofrido para os animais mostrando ao Poder Público que aquelas vítimas da negligência e irresponsabilidade da sociedade e da inoperância oficial e ausência de políticas públicas na área de controle populacional poderiam ter um destino diferente. Por dia eram 300 animais eutanasiados. Participou de dezenas de programas de controle populacional pelo pais mostrando que a transformação do destino de animais negligenciados por seus tutores passa pelo controle reprodutivo de qualidade, pela educação e programas eficientes de adoção.

O Instituto de Medicina Veterinária do Coletivo (IMVC) torna público o Prêmio Dr. Werner Payne” de Trabalhos Científicos Manejo Populacional de Cães e gatos, segundo as seguintes regras:

  1. O Prêmio Werner Payne visa valorizar, reconhecer e divulgar a produção acadêmica das diferentes áreas de conhecimento, referente a práticas de formas humanitárias e eficientes na promoção do manejo populacional de cães e gatos em cidades brasileiras e latino-americanas.

     

  2. São candidatos à premiação artigos científicos; trabalhos de conclusão de curso (TCC/monografias); projetos de iniciação científica; dissertações de mestrado e teses de doutorado; projetos em forma de vídeos, livros, manuais, músicas, ou outras formas de divulgação ou de materiais didáticos, com conclusões a partir de 2015.
                 Parágrafo 1: Todos os produtos mencionados acima serão nominados nesse documento por trabalhos/projetos.
              Parágrafo 2: Para fins de concorrer à avaliação, os trabalhos/projetos deverão ser apresentados conforme regras para submissão da X Conferência.
  1. A abrangência do Prêmio Werner está circunscrita à América Latina.

     

  2. Os trabalhos poderão ser submetidos em português e espanhol.

     

  3. O Prêmio Werner Payne será classificado em:
              I – Iniciação científica

              II – Mestrado
              III – Doutorado
              IV – Artigo científico
          V – Outros produtos (vídeos, livros, capítulos, manuais, músicas, ou outras formas de divulgação ou de materiais didáticos).

     

  4. Cada autor poderá participar de apenas uma categoria de premiação.

     

  5. O(s) autor(es) dos trabalhos/projetos se responsabilizarão pela autenticidade da obra indicada e cederá o direito ao IMVC de reproduzir a obra no site IMVC e Anais do evento.

     

  6. Os trabalhos/projetos deverão ser submetidos até 28 de fevereiro de 2021, na plataforma do evento, e deverão seguir as normas para submissão (informações: https://www.institutomvc.org.br/ partir de 10 janeiro 2021).

     

  7. A inscrição dos trabalhos está condicionada à inscrição do autor principal como participante da conferência.

     

  8. Serão considerados na avaliação:
               * Originalidade, inovação, criatividade

               * Contribuição ao conhecimento no tema
               * Relevância para a Medicina Veterinária do Coletivo

     

  9. Os trabalhos submetidos para a MVC 2021 estão concorrendo ao prêmio automaticamente (desde que atenda o assunto da premiação). 
PRÊMIO - MARIA PADILHA

Sobre o Prêmio Maria Padilha – melhor trabalho sobre a Teoria do Elo.

Prêmio para o melhor trabalho: R$800,00

Histórico: A psicóloga Maria José Salles Padilha foi a primeira pesquisadora brasileira, talvez latino-americana, a publicar pesquisa sobre a relação entre a violência doméstica e os maus-tratos aos animais. No seu livro CRUELDADE COM ANIMAIS X VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTAR MULHERES: UMA CONEXÃO REAL” de 2011, com 62 páginas, apresenta dados de entrevistas com mulheres atendidas em Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher em municípios de Pernambuco.

Maria Padilha durante anos, dedicou sua vida a incentivar a guarda responsável, implantação de políticas públicas municipais para o manejo populacional canino e felino, além de lutar contra as práticas cruéis de captura e eliminação de cães e gatos em Pernambuco.

O Instituto de Medicina Veterinária do Coletivo (IMVC) torna público o Prêmio Maria Padilha de Trabalhos Científicos sobre a Teoria do Elo, segundo as seguintes regras:

  1. O Prêmio Maria Padilha visa valorizar, reconhecer e divulgar a produção acadêmica das diferentes áreas de conhecimento, referentes à relação entre a violência interpessoal e os maus-tratos aos animais.

     

  2. São candidatos à premiação artigos científicos; trabalhos de conclusão de curso (TCC/monografias); projetos de iniciação científica; dissertações de mestrado e teses de doutorado; projetos em forma de vídeos, livros, manuais, músicas, ou outras formas de divulgação ou de materiais didáticos, com conclusões a partir de 2015.
                 Parágrafo 1: todos os produtos mencionados acima serão nominados nesse documento por trabalhos/projetos.
              Parágrafo 2: Para fins de concorrer à avaliação, os trabalhos/projetos deverão ser apresentados em formato de artigo.
  1. A abrangência do Prêmio Maria Padilha está circunscrita às instituições de ensino da América Latina.

     

  2. Os trabalhos poderão ser submetidos em português, espanhol e em inglês.

     

  3. O Prêmio Maria Padilha será classificado em:
              I – Iniciação científica

              II – Mestrado
              III – Doutorado
              IV – Artigo científico
          V – Outros produtos (vídeos, livros, capítulos, manuais, músicas, ou outras formas de divulgação ou de materiais didáticos).

     

  4. Cada autor poderá participar de apenas uma categoria de premiação.

     

  5. O(s) autor(es) dos trabalhos/projetos se responsabilizarão pela autenticidade da obra indicada e cederá o direito ao IMVC de reproduzir a obra no site IMVC e Anais do evento.

     

  6. Os trabalhos/projetos deverão ser submetidos até 28 de fevereiro de 2021, na plataforma do evento, e deverão seguir as normas para submissão (informações: https://www.institutomvc.org.br/ partir de 10 janeiro 2021).

     

  7. A inscrição dos trabalhos está condicionada à inscrição do autor principal como participante da conferência.

     

  8. Serão considerados na avaliação:
               * Originalidade, inovação, criatividade

               * Contribuição ao conhecimento no tema
               * Relevância para a Medicina Veterinária do Coletivo

     

  9. Os trabalhos submetidos para a MVC 2021, estão concorrendo ao prêmio automaticamente (desde que atenda o assunto da premiação). 
ATENÇÃO PRAZO PRORROGADO ATÉ 15 DE MARÇO - NORMAS PARA SUBMISSÃO E APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS

Informações Gerais: O apresentador do trabalho não precisa ser necessariamente o primeiro autor, mas deverá ter o nome destacado em negrito no resumo. Cada inscrito poderá submeter até um resumo, mas poderá estar em mais de um resumo ao mesmo tempo, oriundos de investigação científica ou relato de caso.

– Trabalhos já publicados/enviados a outros eventos não poderão ser submetidos.
– O autor, ao inscrever seu trabalho, autoriza a Conferência Internacional de MVC a publicar sua obra em meio impresso ou digital.

– Os trabalhos serão aceitos ou rejeitados, não havendo retorno ao autor para correções. O conteúdo e a literatura utilizados são de responsabilidade do autor.

Data limite para envio de resumos: 15 de março de 2021. Resumos submetidos após o prazo final serão recusados.

Ao submeter, o autor deverá escolher uma das áreas de conhecimento abaixo listada:

  1. Saúde Coletiva e a estratégia de saúde única
  2. Interações humano, animal e ambiente.
  3. Programas educativos
  4. Programas preventivos de ataques e mordeduras
  5. Teoria do Elo (relação da violência interpessoal e os maus-tratos aos animais)
  6. Acumuladores
  7. Manejo populacional de cães e gatos (MPCG)
  8. Epidemiologia e vigilância ao abandono de cães e gatos.
  9. Registro e identificação de cães e gatos
  10. Controle reprodutivo não cirúrgico (controle químico) de cães e gatos
  11. Aplicativos de gestão de estratégias para o MPCG
  12. Medicina Veterinária Legal (aplicada à MVC)
  13. Medicina de abrigos
  14. Medicina de desastres
  15. Projetos de extensão e outras vivências em MVC
  16. Ensino em MVC

Cabe ao autor indicar a área de conhecimento do trabalho. Entretanto a comissão científica poderá remanejá-lo de área caso julgue necessário.

 

FORMATOS PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS SUBMETIDOS:

São 2 (dois) formatos para a apresentação na conferência e a intenção deve ser informada no momento da submissão:

  • Apresentação oral

A apresentação deverá ser feita em até 5 minutos ao vivo. Um pôster em formato pdf também deverá ser disponibilizado para a Feira dos Trabalhos.Os autores também deverão responder às perguntas que forem deixadas na Amostra. 

 

  • Apresentação pôster falante:

Gravar vídeo de até 3 minutos.  Também deverá ser disponibilizado um pôster em pdf que ficará disponível na Feira dos Trabalhos durante todo o evento. Os autores deverão responder às perguntas que forem deixadas na Amostra. 

 

Deverá ser submetido até 15 de março de 2021 pela plataforma do evento que estará disponível no site https://www.institutomvc.org.br/ a partir do dia 10 de janeiro de 2021.

No momento da submissão, deverão ser indicados:

Tema pertencente do resumo

Formato de apresentação (oral ao vivo ou pôster falante (oral, gravado)

Pelo menos um dos autores de trabalhos aprovados deverá se inscrever na conferência até 10/03/2021.

 

FORMATAÇÃO DO RESUMO SIMPLES:

Os resumos devem ser digitados em editor de texto MSWord (Office 97-2013 ou superior), salvos no formato “.doc”ou “.docx” (trabalhos enviados em qualquer outro formato não serão aceitos), escritos em português, inglês ou espanhol, conforme modelo.

O texto do resumo deverá ocupar, no máximo, uma página A4.

Margens: Superior = 2,0 cm, Inferior = 2,0 cm, Esquerda = 2,0 cm e Direita = 2,0 cm.

Os resumos deverão conter os seguintes itens:

Título: O título do resumo deverá ocupar no máximo 20 (vinte) palavras, estar em letra maiúscula, negrito, centralizado, fonte Times New Roman, estilo normal, tamanho 12.

Nomes Completos dos Autores, titulação e a instituição a qual cada autor está vinculado.

Nomes e sobrenomes dos autores e instituição: Deverão ser escritos nesta ordem e estar duas linhas abaixo do título (pular uma linha), centralizado. Utilizar fonte Times New Roman, estilo normal, tamanho 12. Escrever nome e sobrenome dos autores, em forma de texto corrido, separados por vírgula, titulação e a instituição a qual cada autor está vinculado logo abaixo dos nomes e numerados. Não escrever qualquer outro termo, como autor e coautores, professor orientador etc.

Autor-Correspondência: Ao final da instituição, deve ser indicado o e-mail do autor principal.

Corpo do resumo: Deverá estar duas linhas abaixo das informações dos autores (pular uma linha). O corpo do resumo deverá estar no modo justificado, fonte Times New Roman, estilo normal, tamanho 11, espaçamento 1,0 (simples) entre linhas e conter no mínimo 300 e no máximo 500 palavras, não devendo ultrapassar uma página. Os resumos devem ser em parágrafo único sem incluir figuras, tabelas ou referências. O texto deve ser corrido contemplando os seguintes itens:

  1. Introdução: Justificar o problema estudado de forma clara. No último parágrafo deverão constar os objetivos do trabalho realizado.
  2. Material e Métodos: deve ser conciso, mas suficientemente claro, de modo que o leitor entenda e possa reproduzir os procedimentos utilizados.
  3. Resultados e Discussão: deverá apresentar informações claras e concisas das observações relevantes, conforme a natureza do trabalho com as análises estatísticas pertinentes.
  4. Conclusões: deve ser elaborada em frases curtas, sem comentários adicionais, e com base nos objetivos e resultados obtidos.

Palavras-chave: Redigir abaixo do parágrafo do resumo em fonte Times New Roman, estilo normal, tamanho 11, com inicial maiúscula, separadas por ponto e vírgula. Deverá conter três palavras-chave apostas em ordem alfabética.

 

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO PÔSTER

A confecção do pôster será de responsabilidade do autor, seguindo as normas estabelecidas.

Os pôsteres serão disponibilizados em uma sala a parte das apresentações ao vivo e gravadas.

A elaboração do pôster deverá obedecer aos seguintes itens:

  1. A4, PDF.
  2. O pôster deve conter: título, autores, endereço do principal autor, uma breve introdução, objetivos, metodologia ou material e métodos, resultados (parciais ou concluídos) e discussão, considerações finais e referências (se necessário).
  3. Deve-se privilegiar o uso de recursos visuais, como imagens, quadros, tabelas, figuras e fotos, no pôster.
  4. O tamanho da fonte deve ser suficiente para permitir a leitura.

 

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO ORAL

Deve ser feito a submissão de Resumo conforme as orientações.

Regras Gerais: O relator do trabalho científico fará a apresentação mediante a comissão organizadora e público interessado. Caso haja impossibilidade de apresentação pelo autor, o co-autor poderá apresentar o trabalho desde que este esteja inscrito no evento.

No caso de apresentação oral ao vivo, a apresentação terá até 5 minutos.

Os trabalhos orais também farão parte da Feira de Trabalhos. para tanto, deve ser enviado um pôster sobre o trabalho, conforme especificações para os trabalhos apresentados em forma de pôster.

No caso de apresentação oral gravada, o arquivo com o vídeo deverá ser entregue via plataforma do evento até dia 15 de março de 2021.

O primeiro slide deverá ter o design do modelo da conferência (que estará disponível para download no site do evento) com o título, os autores e as instituições envolvidas. É recomendável a utilização de imagens e gráficos. Recomenda-se no máximo 7 slides.

A apresentação deve seguir a sequência padronizada apresentada no resumo:

Introdução; Objetivos; Material e Métodos; Resultados obtidos; Discussão e Conclusão

Apresentação Oral deve ter estrutura correta, clareza e objetividade, adequação ao tempo disponível, uso correto do material didático e coerência da exposição oral com o resumo.

 

AVALIAÇÃO DOS RESUMOS PELA COMISSÃO AVALIADORA

Somente serão considerados para avaliação os resumos dentro das normas, aqueles que não obedecerem aos padrões serão automaticamente rejeitados.

A submissão será avaliada com base nos seguintes critérios:

  • Informações sintéticas, claras e sequenciais;
  • Adequação linguística;
  • Estrutura do resumo (subdivisões);
  • Indicação dos objetivos principais;
  • Descrição da metodologia empregada;
  • Apresentação dos principais resultados;
  • Coerência das Palavras-chave.
  • Apresentação
  • Originalidade e criatividade
  • Clareza do conteúdo
  • Contribuição ao conhecimento
  • Relevância para a Medicina Veterinária do Coletivo

 

PREMIAÇÃO

Além da premiação Payne Werner e Maria Padilha, os resumos apresentados na seção de pôster dos dias 21 e 22 de maio, serão selecionados pela comissão avaliadora os três melhores trabalhos de 1°, 2° e 3° lugar, nesses casos não haverá premiação em recursos, será uma premiação simbólica. A premiação será divulgada na cerimônia de encerramento do evento, no dia 22 de maio.

    SESSÃO 5 MIN: EU FAÇO A DIFERENÇA!

    Você ainda pode participar ativamente!

    Haverá uma sessão especial para os participantes relatarem o que fazem, ou sobre alguma ação específica relacionada com os temas dos trabalhos, mas que não exigem a submissão de resumos.

    Serão apenas 5 MINUTOS na programação da Conferência para relatar o que faz (4 minutos) e responder a alguma pergunta (1 minuto). Poderá ser em forma de vídeo, power point (no máximo 5 slides), música, ou outro formato. Mas lembre-se: você terá apenas 5 minutos!

    Há necessidade de submissão da apresentação na sessão 5 min: eu faço a diferença, para fazer a inscrição.

      NORMAS PARA SUBMISSÃO

      Título: O título do resumo deverá ocupar no máximo 20 (vinte) palavras, estar em letra maiúscula, negrito, centralizado, fonte Times New Roman, estilo normal, tamanho 12.

      Nomes Completos dos Autores, titulação e a instituição a qual cada autor está vinculado.

      Nomes e sobrenomes dos autores e instituição: Deverão ser escritos nesta ordem e estar duas linhas abaixo do título (pular uma linha), centralizado. Utilizar fonte Times New Roman, estilo normal, tamanho 12. Escrever nome e sobrenome dos autores, em forma de texto corrido, separados por vírgula, titulação e a instituição a qual cada autor está vinculado logo abaixo dos nomes e numerados. Não escrever qualquer outro termo, como autor e coautores, professor orientador etc.

      Autor-Correspondência: Ao final da instituição, deve ser indicado o e-mail do autor principal.

      VALORES

      Ingressos – X Conferência Internacional de Medicina Veterinária do Coletivo

      Categorias

      Descrição

      Valor 

      Categoria A

      Até 31/3/2020

      Associados ao IMVC

      R$  50,00

      Categoria B

      Após 31/03 Até 20/5/2020

      Associados ao IMVC

      R$  65,00

      Categoria C

      Até 31/3/2020

      Estudantes, residentes, pós-graduandos, oficiais de controle animal, diretores ONG’s 

      R$  70,00

      Categoria D

      Após 31/03 Até 20/5/2020

      Estudantes, residentes, pós-graduandos, oficiais de controle animal, diretores ONG’s

      R$  85,00

      Categoria E

      Até 31/3/2020

      Demais profissionais e Empenho (órgãos públicos)

      R$   100,00

      Categoria F

      Após 31/03 Até 20/5/2020

      Demais profissionais e Empenho (órgãos públicos)

      R$   115,00

        Trabalhos apresentados durante a Conferência Internacional de Medicina Veterinária do Coletivo 2019